Como produzir e montar livros – Impressoras, acabamentos e papéis Impressão de livros

A demanda por impressão e montagem de livros sob demanda está aumentado. Escritores iniciantes buscam editoras sob demanda para suas primeiras obras, um nicho que as grandes editoras dificilmente conseguem explorar.

Está interessado nesse mercado? Então aprenda como montar um livro facilmente hoje! Descubra rapidamente quais equipamentos necessários para produzir e montar livros livros sob demanda.

Nesse post você vai descobrir quais os equipamentos necessários para começar sua própria produção de livros sob demanda.

Além disso vou explicar sobre impressoras, formatos e especificações técnicas, desde capa e do miolo do livro, até o acabamento final.

A impressão de livros começa pela impressora correta

Um erro muito comum é achar que qualquer impressora comum pode imprimir diversos formatos de livros, ou até mesmo a capa do livro.

Formatos de livro

Impressoras “caseiras” não são recomendadas para a impressão de livros por dois motivos:

  1. Não possuem as capacidades técnicas;
  2. O custo de produção é alto.

Você vai precisar do equipamento certo se quiser economizar tempo, dinheiro e melhorar a qualidade.

 

Impressora para imprimir capa de livro

A capa de um livro é o primeiro contato que o leitor terá com o livro. É a capa que vai chamar a atenção do leitor, e instigá-lo a querer saber mais sobre o livro.

Fique atento, para imprimir a capa do livro, sua impressora precisa ser capaz de atender alguns requisitos técnicos, são eles:

  1. Capacidade de imprimir altas gramaturas;
  2. Capacidade de imprimir formatos maiores do papel, como A3.

O motivo pela qual a capa deve ter uma gramatura maior é porque a capa precisa ser trabalhada de maneira diferente do miolo do livro (páginas internas). Falaremos mais detalhadamente sobre isso mais abaixo.

Já o tamanho do papel é importante pois a capa do livro deve ser o dobro do tamanho (considerando a lombada do livro) do papel das páginas. Isso porque o papel da capa tem duas funções: capa e contracapa.

Capa, contracapa e lombada do livro

 

Tipos de papel para capa de livro

A capa de um livro age naturalmente como sua camada protetora, e precisa ter, além de qualidade, alta durabilidade.

Para fazer a capa, não se pode usar o mesmo material das paginas internas. O material do miolo do livro é mais fino e menos resistente, e se a capa for feita do mesmo material, o livro ficará suscetível a dobraduras e danos permanentes.

Além disso, o livro que tem uma capa feita do mesmo material das páginas fica visualmente feio. Não se torna atraente e passa a sensação de um trabalho amador.

Lembre-se:

Diferente do que diga o ditado, as pessoas julgam as capas do livros, e uma capa “sem graça”, mal-acabada ou desinteressante vai deixar o livro passar despercebido em qualquer prateleira.

A principal característica que um papel para a capa de um livro precisa ter é a gramatura.

A gramatura de um papel indica sua espessura. Um papel mais grosso resiste mais a danos e dobraduras, e da o acabamento certo.

gramaturas do papel

Para capa de livros recomenda-se que o papel seja, no mínimo, de 240g.

A partir da gramatura você pode optar pela estética do papel, que pode ser fosco, brilhante, opaco, texturizado ou outros.

Os papéis para capas de livros mais usados são:

  • papel triplex 280g
  • papel glossy 240g

 

A importância da laminadora de papel

A escolha do papel correto para a capa do livro por si só já garante qualidade e durabilidade ao livro.

Porém, ainda há uma forma de manter seu livro ainda mais resistente. Esse método é conhecido como laminação.

A laminação pode ser feitas de dois modos:

  1. Laminação a quente;
  2. Laminação a frio.

Na laminação a quente a laminadora vai passar uma camada de plástico sobre a capa do livro a uma temperatura de 100ºC. Essa nova camada deixa a capa a prova d’água, dá mais durabilidade e cria o efeito laminado no papel.

Laminadora MGL Plast 380

Na laminação a frio você mesmo que terá que aplicar a lâmina. Essa lâmina é um papel contact comum.

A principal diferença entre os métodos é a qualidade. Como a laminação a frio é feito à mão, ela é demorada, complicada, e o resultado pode não ser dos melhores, deixando as famosas “bolhas”. Já na laminação a quente, a própria laminadora garante um resultado perfeito em pouquíssimo tempo.

Atenção:

Cada tipo de laminação exige um material de laminagem diferente. Use o tipo de lâmina de acordo com o efeito desejado, como fosco ou brilhante.

 

Como funciona uma laminadora de papel

 

Impressora para imprimir o miolo do livro

A impressora que imprimirá as páginas do livro, assim como a que imprimirá a capa, também tem alguns pré-requisitos. São eles:

  1. Alta velocidade de páginas impressas por minuto, no mínimo 45 ppm;
  2. Capacidade de imprimir em diversos tipos de papel;
  3. Capacidade de imprimir formatos grandes de papel.

Para manter a produção de livros em alta, você precisa de um equipamento que imprima, pelo menos, 45 páginas por minuto, e que possua um nível de qualidade bom.

O ideal é que você opte por uma impressora para fazer o miolo, e outra para a capa.

Mas por que isso?

Se você optar uma impressora preto e branco somente para o miolo, o custo por página impressa vai cair, deixando o custo total do livro menor.

Além disso, uma máquina preto e branco robusta pode imprimir mais páginas por minuto, aumentando sua produtividade.

Já para as capa do livro, as impressoras indicadas para esse tipo de trabalho devem ser ser capazes de imprimir o formato de papel A3.

 

Tipos de papel para livros (miolo)

As páginas do miolo do livro também precisam ter qualidade e durabilidade.

Normalmente os papéis mais usados são:

  • Offset: Também conhecido como Sulfite, é mais usado no mercado;
  • Pólen: Papel de cor amarelada e maior gramatura, oferece maior conforto para o leitor.

 

Como fazer a diagramação do livro

Antes de imprimir o miolo do livro, você precisa formatar todo o texto às páginas, isso é chamado de diagramação.

Esse processo consiste em aplicar todas as configurações às páginas, de modo que as impressões saiam prontas para o acabamento.

Algumas dessas configurações são:

  • Margens;
  • Espaçamento;
  • Formato;
  • Recuo;
  • Orientação;
  • Fonte;
  • Largura;
  • Altura.

Há diversas maneiras e programas que podem ser usados nessa tarefa.

Se você quer diagramar um livro no Microsoft Word ou o LibreOffice, veja esse tutorial de como montar um livro no word.

Para livretos você pode seguir o passo a passo diretamente da Micrisoft.

 

Como fazer o acabamento do livro

O acabamento final é feito através de uma máquina encadernadora. Esse equipamento é responsável por unir todos os elementos de um livro, deixando tudo em algo mais próximo do resultado final.

Máquina encadernadora MGL Binder 40T

Existem diversos tipos de acabamento para livros. Vamos abordar aqui sobre o acabamento do tipo brochura.

Brochura é tipo mais usado no mercado, pois possui um custo baixo e sua confecção é simples, além de ser bonito.

Tipos de acabamentos de livros

 

Como funciona uma máquina encadernadora

A máquina “picota” suavemente as folhas da lombada do livro e passa cola quente em tudo. Em seguida, alinha as páginas à capa e prensa tudo.

Depois de alguns segundos na prensa tudo já está praticamente pronto.

 

Os itens consumíveis esse equipamento são:

  • Cola especial para encadernação;
  • Miolo do livro;
  • Capa do livro.

 

Como fazer os vincos na capa do livro

Você já deve ter percebido que no acabamento do tipo brochura, há dois vincos na lombada, na capa e na contra capa.Como montar um livro

Esses vincos servem de guia para a abertura da capa e contra capa e ajudam na qualidade, durabilidade e usabilidade do livro.

Vincadeira - MGL Creaser 16B

Eles são feitos antes que a capa seja unida ao miolo, através de uma máquina vincadeira.

Essa é uma característica marcante do acabamento e não pode ficar de fora do produto final.

 

Como funciona a vincadeira

 

Removendo os excessos do refile

Assim que o livro sai da encadernadora, ele ainda pode exigir alguns ajustes finais no acabamento.

Geralmente isso ocorre quando o refile do livro não está perfeito.

Para esse tipo de ajustes é recomendado o uso de uma guilhotina de papel automática. Existem guilhotinas de papéis manuais, porém o processo manual deixa muitas margens para erros, o que pode resultar em livros de tamanho ligeiramente diferentes.

Guilhotina de papel automática MGL Cutter G450V

A vantagem de uma guilhotina automática é a capacidade de programação das medidas.

Desse modo você só precisa inserir as medidas de corte uma única vez, tendo a certeza de que todos os livros receberão o mesmo corte no final.

Isso garante o padrão e a qualidade do produto final.

 

Como funciona a guilhotina de papel

 

Dica final:

Qualquer produto de mercado com mal acabamento ou defeitos de fabricação perde seu valor consideravelmente, e com os livros é igual. O acabamento precisa estar perfeito.

 

Ainda possui alguma dúvida sobre como montar um livro? Deixe nos comentários!


Fabricio

cmyk-rgb-cmykog-pantone-trident-cmyk

Quer mais dicas?

Preencha os dados abaixo e receba semanalmente as melhores dicas e novidades

Total