Como escolher a gramatura de papel perfeita para meu impresso? Mundo Gráfico

80g, 115g, 150g ou 300g?

Quando o assunto é a escolha de gramatura de papel, muitos clientes de gráficas ficam completamente perdidos.

Afinal, com tantas opções, preços e características, como escolher a melhor opção para um impresso?

E a pior parte é:

A gramatura influencia diretamente no resultado final, tornando a decisão ainda mais difícil.

Porém, existe uma maneira de tornar tudo mais fácil.

E a resposta está neste artigo.

Continue lendo e descubra facilmente como escolher o tipo de gramatura de papel ideal para seu impresso, seja ele um cartão de visita, cardápio, fotografia, convite de casamento, certificado ou até mesmo aquarela e artesanato.

O que é gramatura de papel?

Gramatura ou gramagem de papel é uma medida de peso que representa a densidade do papel em gramas por metro quadrado (g/m²). Normalmente, os papéis mais pesados são mais grossos, enquanto os papéis mais leves são mais finos, mas pode haver exceções.

E fique atento:

Cuidado para não confundir gramatura com espessura, pois a espessura é uma medida de distância entre as duas faces do papel, enquanto a gramatura é uma medida de peso relacionada à densidade do papel.

Super dica: Confira sempre uma amostra em tamanho real do papel que você deseja, pois a maleabilidade do papel pode mudar de acordo com o tamanho da amostra, e isto pode causar a falsa sensação de que o papel é mais duro ou mais fino que o normal.

Agora vamos ao que interessa:

Aprender como escolher a gramatura certa para o seu impresso!

 

30g a 63g

São as gramaturas mais finas de papéis, utilizadas amplamente por indústrias e fábricas.

Os papéis de 35g a 55g são utilizados, normalmente, em jornais e bobinas de máquina de cartão. Já as gramaturas até 63g se encaixam em produtos como embalagens e etiquetas adesivas.

Gramaturas indicadas para os seguintes produtos:

  • Jornais;
  • Etiquetas adesivas;
  • Bobinas de máquinas de cartão;
  • Blocos de notas fiscais;
  • Blocos de orçamentos.

Gramaturas indicadas para os seguintes papéis:

  • Couché;
  • Seda;
  • Kraft.
75g a 120g

Os papéis de 75g a 90g  são comumente utilizados em impressoras domésticas.

Além disso, empresas e hospitais também utilizam bastante essa gramatura, pois ela é ideal para papéis timbrados e receituários.

Quanto aos papéis de gramatura 120g:

Algumas pessoas optam por fazer materiais de baixo custo, como panfletos e cartões de visitas.

Consequentemente a qualidade destes impressos também é baixa.

Gramaturas indicadas para os seguintes produtos:

  • Papéis timbrados;
  • Receituários;
  • Panfletos, cartões e convites de baixa qualidade;
  • Hot stamping;
  • Miolos de agendas e cadernos;
  • Artesanatos.

Gramaturas indicadas para os seguintes papéis:

  • Couché;
  • Offset;
  • Kraft;
  • Color plus;
  • Vergé;
  • Sulfite.
120g a 240g

Saímos das gramaturas baixas.

Sabe o que isso significa?

Significa que a partir daqui você pode criar impressos com qualidade.

Papéis com gramaturas entre 120g e 240g podem ser usados para criar folders, flyers e outros impressos que exijam mais resistência.

Se você quer fazer convites, existem alguns tipos de papéis que aceitam bem a gramatura 180g.

Porém:

Outros impressos como cartões de visitas e postais ficam melhor em gramaturas acima de 250g.

Gramaturas indicadas para os seguintes produtos:

  • Convites;
  • Folhetos;
  • Cartões de visitas;
  • Cartazes;
  • Fotografias;
  • Caixas e embalagens em geral;
  • Artesanatos;
  • Molduras.

Gramaturas indicadas para os seguintes papéis:

  • Aspen;
  • Majorca;
  • Cartão;
  • Vergé;
  • Vegetal;
  • Offset;
  • Cartolina.
250g a 350g

Impressos que precisam ser manuseados com frequência, como cartões de visitas, panfletos, convites e cardápios são feitos em altas gramaturas.

Normalmente é usado o papel couché de gramatura ente 240g e 300g.

Quanto maior for a gramatura, maior será a qualidade e o custo.

Mas cuidado para não exagerar.

Você não precisa escolher a maior gramatura disponível. É possível optar por gramaturas menores e mesmo assim alcançar resultados excelentes.

E sejamos sinceros: ninguém quer gastar mais do que é preciso, não é?

Deixe os materiais mais pesados (gramatura acima de 300g) para serviços especiais como desenhos profissionais e aquarela.

Gramaturas indicadas para os seguintes produtos:

  • Convites;
  • Catálogos;
  • Folders;
  • Flyers;
  • Cartões de visitas;
  • Aquarelas;
  • Desenhos;
  • Artesanatos.

Gramaturas indicadas para os seguintes papéis:

  • Diamond;
  • Design white;
  • Supremo;
  • Duplex;
  • Couché.
Mais de 350g

Apenas impressoras muito específicas podem imprimir em gramaturas acima de 350g. Entretanto, existem aplicações que exigem este tipo de material.

É o caso do Fine Art, uma técnica de reprodução de obras de arte com a mais alta qualidade.

As impressões Fine Art podem durar até 100 anos sem amarelar ou perder qualidade.

Extra: Como descobrir a gramatura de um papel?

A maneira mais fácil de cacular a gramatura dos papéis é usar uma balança específica para pesar papel, assim você vai conseguir o resultado imediatamente, sem a necessidade de cálculos de conversão.

Porém…

Se você não quiser gastar dinheiro com isso, vamos aos cálculos:

Mas antes de começar…

Você vai precisar de, no mínimo, uma balança digital.

Agora vamos aos cálculos para descobrir a gramatura de um papel:

  1. Pressione o botão de tara na balança e espere até apareça os números zeros;
  2. Coloque uma folha e aguarde o resultado.
  3. Multiplique a largura do papel pela altura, assim você irá descobrir a área;
  4. Divida o peso do papel pela área;
  5. Multiplique o resultado por 1000, isso irá converter o peso de kg/cm² para g/cm²;
  6. Multiplique o resultado por 10000, isso irá converter o peso de g/cm² para g/m²;
  7. Pronto! O esse resultado é a gramatura do papel.

Fabricio

cmyk-rgb-cmykog-pantone-trident-cmyk

Quer mais dicas?

Preencha os dados abaixo e receba semanalmente as melhores dicas e novidades

Total