Case Gráfica Inicial

Como a Gráfica Inicial aumentou sua rentabilidade com impressão digital

APRESENTAÇÃO

A Gráfica Inicial, empresa do segmento gráfico, sediada em Florianópolis, tinha desde o início de suas atividades os serviços de gráfica offset como o principal produto de seu portfólio. A concorrência cada vez mais acirrada, margens cada vez menores, fluxo de serviços e receitas cada vez mais irregulares, levaram os seus fundadores, o casal de empreendedores Gilberto e Fabiana a repensarem o futuro de seu negócio, pois sentiam que este estava ameaçado. 

DESAFIO

Conforme destaca o Sr. Gilberto, “...diante do desafio que o momento econômico impõe ao nosso mercado, a nossa prioridade passou a ser buscar o equilíbrio do fluxo financeiro do nosso negócio, pois as receitas provenientes dos serviços de gráfica offset estão cada vez menores e os custos operacionais, a cada mês estão ficando maiores. Trabalhamos muito e por mais horas e está cada vez mais difícil fechar a conta”.

Segundo a Sra. Fabiana comenta, ”... após repensarem os rumos de seu negócio, perceberam que estavam muito dependentes de serviços offset e que as dificuldades para se manterem neste mercado só aumentariam ao longo do tempo”.

SOLUÇÃO

O casal empreendedor, percebeu que na sua região existia uma carência na oferta de serviços gráficos rápidos e pontuais, pois além de não conseguirem realizar este tipo de serviço seus clientes da região precisavam se deslocar para outros bairros da cidade para realizarem estes serviços. Não demorou muito para concluírem que o caminho que poderia mudar o futuro do seu negócio seria ampliar o portfólio atual com a introdução de serviços de gráfica digital. 

Mesmo sem experiência neste novo segmento, deram início ao plano e foram realizando pequenas aquisições com equipamentos de cópia e impressão preto e branco para captação deste tipo de serviços. Com o crescente fluxo de clientes para este tipo de demanda, se encorajaram e não demoraram para ampliar os serviços ofertados, adquirindo um novo equipamento laser colorido para que pudessem também realizar serviços coloridos e de maior valor agregado.

Logo passaram a perceber o aumento da dependência destes equipamentos digitais e a constante necessidade de mantê-los sempre disponíveis e operacionais, pois os clientes não atendidos não retornam. Descobriram que os custos para a manutenção destes equipamentos estavam ficando cada vez mais altos, pois tinham optado por contratar serviços técnicos independentes, o que sem dúvida aumentou o custo com troca de peças, chamados avulsos, tempo de máquina parada, falta de qualidade nas impressões, perda de receita, etc.... 

Tendo em vista a importância e a necessidade de novas soluções técnicas e comerciais mais produtivas, profissionais e personalizadas, ficou claro para a Gráfica Inicial a importância de consolidar a sua parceria com a Helioprint, que lhe apresentou uma completa solução de hardware, serviços e de materiais de consumo.

Realizaram com o apoio da Helioprint, o investimento no primeiro equipamento da Canon da linha imagePRESS C60 no estado de Santa Catarina, recém lançado no mercado Brasileiro, solução excelente “custo x benefício, com excepcional qualidade de imagem, precisão e consistência de cores,  registo com grande precisão e com muita  produtividade,  pois produz uma variedade de mídias e com altas gramaturas.

RESULTADO

Segundo destaca a Sra. Fabiana, “... depois que investimos na aquisição deste novo equipamento, passamos a ter condições de produzir novos tipos de trabalhos para algumas agências e construtoras que eram nossos clientes, que sempre exigiam uma excepcional qualidade de impressão. Isto nos permitiu aumentar a quantidade de serviços com este grau de exigência e consequentemente, melhorar em muito o valor agregado de nossos serviços e  isto melhorou também o nosso fluxo de caixa.” 

Com retorno cada vez mais positivo dos serviços de gráfica digital e com o aumento da capacidade de impressão, através de seu parque de equipamentos da Canon, conseguiram diminuir a dependência dos serviços de gráfica offset e equilibrar o fluxo de caixa da empresa.

PALAVRAS DO CLIENTE

“Hoje trabalhamos bem menos do que antes de investirmos neste mercado de gráfica digital e conseguimos no fim do mês, pagar nossos fornecedores e ter um retorno financeiro mais normal, sem muitos altos e baixos”, comentou o Sr. Gilberto, que ainda complementou com a seguinte afirmação: “.... agora estamos trabalhando para nos desfazer gradativamente de nossos equipamentos offset e com certeza vamos nos focar somente na gráfica digital, pois vamos continuar investindo em novos equipamentos de produção digital, a medida que consigamos aumentar a quantidade de serviços, mas sempre buscando captar mais serviços de maior valor agregado e complexidade”.


Compartilhe