Fornecedor de equipamentos para impressão digital: como fazer para acertar na escolha? Mundo Gráfico

Para se entregar um produto com qualidade que o cliente final espera, os ingredientes, ou a mão de obra para executar o seu trabalho, também precisar manter este padrão de qualidade. Imagine uma confeitaria que vende bolos maravilhosos, mas que utiliza produtos fora da data de validade, ou então que usa no recheio frutas que já não estão mais frescas. Por fora, o bolo ainda terá uma imagem atrativa, mas quem saboreá-lo perceberá no paladar que o gosto dele não correspondeu as expectativas daquela bela imagem que chamou a atenção. No segmento de gráfica digital, este cuidado com o fornecedor de equipamentos para impressão digital também deve ser tomado para não ocorrer de vender gato por lebre. Certificar-se da qualidade, validade e durabilidade dos materiais junto aos fornecedores é fundamental para não se queimar no mercado.

Como escolho o fornecedor de equipamentos para impressão digital

Ninguém escolhe um fornecedor de equipamentos para impressão digital sem a garantia de estar adquirindo um produto de qualidade, ao menos este deveria ser o critério primário para avaliar a origem da sua mão de obra. No setor gráfico esta preocupação com a originalidade dos insumos como tintas, papel e chapas, também são importantes para que você zele por seu nome diante do cliente, sem ressalvas e sem margem para uma reclamação posterior.

Entre as matérias primas das mais utilizadas em uma gráfica digital temos o papel. E este merece uma atenção especial, pois no mercado existe uma variedade muito grande de substratos e nem todos de qualidade boa. Talvez o que mais precisa ser levado em questão é a gramatura ideal para impressão, afinal é este quem vai determinar boa parte do custo tanto para a impressão digital quanto para a distribuição. Fatores como rigidez, porosidade, acabamento, resistência, opacidade, lisura e até a sua imprimibilidade, são critérios cruciais a serem averiguados com o seu fornecedor de papel, que fazem muita diferença na sua relação com seus parceiros.

Outra matéria-prima tão importante quanto o papel para abastecer a produção em uma gráfica digital são as tintas. Este insumo pode ser solvente, ecossolvente, látex, UV, UV-solvente, à base d’água, sublimática, ou tintas para impressão direta em tecidos, todos estes também requerem cuidados em relação as características técnicas como durabilidade, adesão, cobertura e as cores. cliente não vai querer imprimir um material que fique borrado ou que logo perca a intensidade da cor. Portanto, muita atenção na hora de selecionar seu fornecedorO mais recomendado seria usar aquela tinta indicada pelo fabricante da impressora.

Mas além de papel e tintas, algumas matérias-primas que podemos nomear como coadjuvantes também merecem uma boa atenção, como materiais de suporte de impressão, tais como vinil adesivo, lonas, tecido, PVC, metal, plástico, entre outros para acabamento, como espirais, cola, grampos, fio e filmes plásticos. Tenha a exata noção de todo o produto que você está adquirindo, informe-se sobre garantias e validades, reposição e até troca expressa quando houver necessidade.

Muito cuidado antes de investir em equipamentos

Apesar de não parecer, as impressoras, sejam elas multifuncionais, a laser, a jato de tinta ou qualquer outra, também dão manutenção e por vezes necessitam de reparos. Mas como fazer quando em meio a um turbilhão de serviços a sua máquina danifica e lhe deixa na mão? Esta é a pergunta que você deve ter em mente na hora de negociar um equipamento com seu fornecedor. Por se tratar de maquinários de grande fluxo, a fabricante e o fornecedor precisam lhe oferecer garantias, com um prazo definido de atendimento e solução do problema.

Agora quando o assunto se trata de adquirir um equipamento de impressão novo para sua gráfica digitaljá estamos nos referindo um investimento bem superior qualquer outro no gerenciamento do universo de impressão digitalpor isso aumenta a responsabilidade e o cuidado que se deve ter na hora de comprar estes equipamentosBuscar referências sobre fabricantes, trocar experiências com outros profissionais da área é primordial. Vale até consultar na concorrência por boas indicações. que não vale é se iludir e aplicar seu capital em algo arriscado sem saber se o fornecedor de equipamentos para impressão digital que você está contratando irá ter condições de lhe atender de forma rápida quando aparecerem problemas com seus equipamentos.

Que tal algumas dicas?

Veja abaixo alguns itens sobre o fornecedor de equipamentos para impressão digital ideal:

  1. Qual o nível de suporte e atendimento pós-venda que esse fornecedor poderá lhe prover? Vá no detalhe, pergunte em quantas horas o técnico estará na sua loja depois de aberto o chamado, como esse chamado é aberto, quais os índices de atendimento desse fornecedor? Detalhe e garanta isso agora para evitar problemas futuros. 
  2. A garantia é ONSITE ou BALCÃO? Muitas ofertas, especialmente realizadas pela internet, oferecem uma modalidade de garantia BALCÃO ao invés de ONSITE. Isso quer dizer que quando seu equipamento tiver algum tipo de problema, você precisará enviar ele para ser consertado nas dependências de quem lhe vendeu, ou seja, se seu fornecedor está em São Paulo, você arca com os custos de transporte e demais despesas para enviar e receber o seu produto de volta. Se isso for um problema para você, seja pelo custo ou pela indisponibilidade, optem sempre por um fornecedor que lhe ofereça garantia ONSITE, ou seja, o atendimento é realizado na sua loja.
  3. Consulte referências sobre o equipamento e o fornecedor. Todo mundo que fez algo bom, tem orgulho de mostrar. Se seu fornecedor não age dessa forma, desconfie.
  4. Busque tecnologia atualizada. No segmento de impressão digital, a depreciação tecnológica pode ser muito rápida, então buscar equipamentos com tecnologia atualizada é fundamental. 
  5. Cuidado na hora de analisar o custo por página. Muitas vezes a oferta que você recebe, pode trazer informações incompletas em relação ao itens que compõe o custo por página e suas durabilidades. Tome especial atenção a taxa de cobertura de toner/tinta, pois ela afeta diretamente a durabilidade desses itens.

Além disso, tire um tempo para visitar feiras do ramo gráfico, como a Drupa, por exemplo, pois estas sempre apresentam novidades ao mercadoalém de ser uma boa oportunidade para conhecer na prática o funcionamento e recursos da impressora. Entre os inúmeros cuidados e garantias que um empreendedor deve tomar para se sobressair no mercado, um dos pontos cruciais é ter esta relação próxima e de confiança com seus fornecedores, afinal o seu trabalho por melhor que seja, depende dele.

Não se arrisque em propagandas enganosas e desconfie quando fornecedor de equipamentos para impressão digital lhe apresentarem produtos abaixo do valor de mercado. Muitas vezes é preferível gastar um pouco mais por segurança, do que se queimar com matéria-prima sem qualidade. Nunca se esqueça que o barato pode sair muito caro. E neste caso, pense que você pode se queimar com seus principais clientes e perdê-los para sempre.


Julio Jaginski

Atendo a industria Gráfica, ajudando empresas que querem entrar no mercado de impressão digital ou tem problemas com seus processos atuais nos segmentos de impressão de provas, fotografias, impressão promocional, embalagem, comunicação visual entre outros...

Comentários

  1. […] ajudar você, preparamos um artigo falando sobre Fornecedores de equipamentos para impressão digital e como fazer para acertar na escolha para não se arrepender no […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *