Gestão de gráfica digital: 10 dicas que irão melhorar a administração de sua empresa Mundo Gráfico / Negócios

Por mais bagagem que você possa ter em um determinado ramo de atividade, sempre haverá um momento de reciclar e de aderir a novas tendências de mercado. Este propósito aliás, é uma regra crucial para empreendedores eficientes e focados em manter seu negócio em evidência e em crescimento contínuo. Na gestão de gráfica digital, este cenário de seguir conforme a evolução se faz necessário, se analisarmos que sua matéria prima, os seus equipamentos e recursos tecnológicos se inovam a todo momento. Porém, administrar uma gráfica digital, vai muito além de concentrar seus esforços nas novidades do mercado. Por trás de toda produção gráfica, há um planejamento, uma análise de mercado, um estudo de serviços viáveis, bem como o seu relacionamento com fornecedores e clientes e principalmente, como driblar períodos de baixa, tendo cartas na manga, como por exemplo os impressos diferenciados em seu portfólio. Mas para ficar mais fácil de compreender, abaixo preparamos 10 importantes dicas que irão lhe ajudar com a gestão de gráfica digital

1. O que saber sobre gestão de gráfica digital antes de abrir um negócio

Todo empreendedor que está disposto a investir um capital em uma gráfica digital precisa compreender um pouco deste complexo nicho de mercado e das suas variações. É fundamental fazer um levantamento da sua realidade regional, analisando pontos positivos e negativos da concorrência, para identificar onde explorar melhor. Depois é importante avaliar o tipo de equipamento a ser adquirido neste primeiro momento, mas para acertar na escolha do maquinário ideal é propício definir o seu nicho de atuação, se este será focado no atacado ou no varejo. Tendo definido seu público alvo e seus respectivos equipamentos de impressão, chega de hora de definir se os trabalhos de arte, criação e acabamento serão realizados internamente ou se serão terceirizados. Como gestor de uma gráfica cabe a você ainda conhecer quais insumos são mais viáveis para utilização e investigar sobre impressos diferenciados e seu leque de aplicações.

2. Contratando sua equipe

Dificilmente como administrador da gráfica você conseguirá estar em todas frentes. Primeiro porque isto demanda tempo e segundo porque são atributos distintos a serem desempenhados. Gerenciar contas, cuidar da produção, da arte, do acabamento e das vendas. São funções específicas que devem ser executadas por profissionais capacitados para exerce-las. Ter um ou mais sócio é aconselhável em gestão de gráficas digitais, a fim de melhor coordenar e dividir as responsabilidades. Aliar-se a profissionais qualificados e experientes ajuda a estabelecer um padrão de qualidade nos serviços prestados, aumentando sua credibilidade no mercado.

3. Como lidar com a crise na gestão de gráfica digital

Todo gestor deve estar precavido para períodos de vacas magras. A escassez de trabalho diminui sua produção, mas não necessariamente a sua despesa. Uma solução encontrada por vários empreendedores, até de outros segmentos para suprir momentos de baixa procura é apostar na oferta. Ampliar a sua variedade de serviços pode fazer com que um trabalho realizado compense por outros que você deixa fazer. Aderir a impressos diferenciados é uma alternativa interessante porque além de serem produtos de valor agregado, quase sempre são em demandas pequenas.

4. Lista de produtos

Uma estratégia importante e que dá resultado é ter sempre a mostra o seu portfólio de serviços. Pense em um cliente comum que vá até sua gráfica para realizar uma impressão básica, mas estando lá, ele visualizou seus impressos personalizados, que o fez lembrar de um aniversário que tem para ir e que não fazia a menor ideia de presente a comprar. Este é apenas um tipo de situação onde o seu portfólio de produtos realizou uma venda por si só, sem a necessidade de alguém para intermediar a negociação. Compartilhe seu trabalho e torne-o visível para que cada cliente ao passar pela empresa identifique tudo o que sua gráfica é capaz de fazer.

5. Pesquisa de campo

\A melhor maneira de atender seu público é conhecer as suas preferências, compreendendo o que ele busca. Com a propagação da internet muito bem disseminada é possível que um cliente seu já tenha conhecimento das novidades de mercado que estão fazendo sucesso em outras regiões, ou que sequer exista no país ainda. Mas a curiosidade dele fará com que ele comece a buscar aquela novidade. Estar antenado as tendências de mercado é um ponto bastante positivo para fidelizar clientes e também para agregar ao seu portfólio.

6. Divulgar seu trabalho é crucial

Conforme diz um jargão popular “quem não é visto não é lembrado”. Hoje em dia há uma infinidade de canais para explorar o marketing, sobretudo se considerarmos o alcance da internet e das mídias sociais. Entretanto, a publicidade por meio de panfletagem, anúncio em jornais e revistas e até o marketing direcionado através dos transpromo, ajudam e muito a difundir o seu trabalho.

7. Invista na empresa

Para ter uma boa gestão de gráfica digital, conformismo com a atual situação não é um caminho muito recomendado, principalmente para gestores que tem ambição de crescer e expandir seu negócio. Estipular metas comerciais para que a partir de um faturamento determinado seja possível investir na empresa, adquirindo equipamentos mais modernos e que realizam impressos diferenciados é uma boa estratégia.

8. Condições de pagamento

Hoje em dia ter várias alternativas para receber é importante para não perder negócios. Boleto, cartão, cheque e até transferência bancária em alguns casos devem ser analisados. A venda a prazo atualmente está de certa forma simplificada ao comerciante pela facilidade no acesso as informações de crédito.

9. Estude a concorrência

Quando você conhece os pontos positivos e negativos dos seus concorrentes fica mais fácil saber onde dá pra explorar mais e o que precisa melhorar. Seja criativo não para imitar, mas para ser diferenciado, oferecendo algo aos clientes que ele não encontra em lugar nenhum.

10. Parceria com fornecedores

A sua relação com o seu fornecedor deve ser de extrema confiança, afinal, é ele quem será responsável por suprir a sua mão de obra e todos os seus acessórios para a realização do trabalho. Certifique-se de todas as garantias de qual você tem direito e da possibilidade de troca quando houver necessidade. Em uma gestão de gráfica digital satisfatória, estar bem alinhado com ele é importante para não comprometer sua produção gráfica, na hora de um imprevisto.


Rafael Sousa

cmyk-rgb-cmykog-pantone-trident-cmyk

Quer mais dicas?

Preencha os dados abaixo e receba semanalmente as melhores dicas e novidades

Total